Lenda de São Tiago dos Velhos Associação de Turismo Militar Português - ATMPT

Lenda local de São Tiago dos Velhos, na cultura, tradição e imaginário popular.

Lenda de São Tiago dos Velhos
Em tempos de que não há memória, não havia missa na aldeia de Santiago. Em julho, por altura das festas de São Tiago, os velhos do lugar, saíam de casa de madrugada e iam a pé à Sé Catedral de Lisboa, a fim de cumprirem a sua devoção e representarem a sua aldeia nas festividades.
Conta-se que a Imagem do santo não saía na procissão, sem que chegassem os velhos, trazendo consigo o pendão da aldeia. Quando eram avistados à entrada da catedral, os habitantes de Lisboa exclamavam: “Lá vêm os irmãos velhos de Santiago”. A partir de então, a povoação ficou conhecida por São Tiago dos Velhos, tendo sido ordenada a construção de uma igreja em louvor ao santo.


O Circuito de Arruda dos Vinhos é composto pelo Centro de Interpretação das Linhas de Torres, o Forte do Cego (Obra militar n.º 9) e Forte da Carvalha (Obra militar n.º 10) e integra o percurso da Rota Histórica das Linhas de Torres «Grandes Desfiladeiros», congregando as potencialidades histórico-culturais e ambientais inerentes às Linhas de Torres, com a gastronomia, vinhos e componente paisagística que caracteriza o concelho, como meio de promoção e desenvolvimento turístico.

EntidadeRota Histórica das Linhas de Torres
Redes Sociais

Direção Geral do Património Cultural Turismo Centro de Portugal Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa Alentejo Ribatejo ERT Algarve Visit Madeira Património.PT APECATE OPCTJ Rede de Castelos e Muralhas do Mondego