Quartel-General de Wellington Associação de Turismo Militar Português - ATMPT

Durante o assédio francês às Linhas de Torres, Wellington fixou o seu quartel-general na Quinta dos Freixos, em Sobral de Monte Agraço. Descubra todo o património da Rota Histórica das Linhas de Torres.

O Comandante Supremo do Exército Anglo-Luso instalou-se na propriedade do Barão de Manique, na localidade de Pêro Negro, na encosta do rio Sizando. A escolha do local permitiu a Wellington deslocar-se rapidamente entre dois pontos essenciais para a observação e envio de mensagens – a Central de Comunicações da Senhora do Socorro e o Posto de Comando do Forte do Alqueidão.

O quartel-general ficava na retaguarda do Forte do Alqueidão, atrás da 1ª Linha de defesa de Lisboa ou da 1.ª das três Linhas de Torres, e muito próximo do quartel-general de William Beresford - Comandante do Exército Português - que se situava em Casal Cochim, perto da localidade de Sapataria. Ambos estavam em posição privilegiada do ponto de vista tático, logístico, geográfico e de vias de comunicação, que otimizavam a circulação de tropas, mensagens e despachos.

Não muito longe dali estavam também os quartéis-generais de La Romana e de Spencer, uma vez que no centro da 1.ª Linha se concentravam todas as operações militares.


O edifício que alojou o quartel-general de Wellington é propriedade privada, mas a sua fachada pode ser visitada. Junto a ele o visitante encontra duas placas, uma de identificação do papel histórico do edifício e outra interpretativa do local.

EntidadeRota Histórica das Linhas de Torres
Websitehttp://www.cilt.pt/pt/conhecer
Emailcilt@cm-sobral.pt
Telefone261942296
MoradaPraça Dr. Eugénio Dias, 12
GPS38.9887, -9.19957
Redes Sociais

Direção Geral do Património Cultural Turismo Centro de Portugal Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa Alentejo Ribatejo ERT Algarve Visit Madeira Património.PT APECATE OPCTJ Rede de Castelos e Muralhas do Mondego