Itinerários Napoleónicos Associação de Turismo Militar Português - ATMPT

O território português foi palco de sucessivos confrontos durante as invasões francesas. Do Minho ao litoral norte, do interior ao litoral, passando por toda a região Centro, Ribatejo, Alentejo e região de Lisboa. Da passagem dos franceses, permanecem os castelos, as fortificações, as muralhas, os campos de batalha, todo um património repleto de história e identidade para ser explorado.

Do conflito armado, que envolveu os reinos de França, Espanha, Inglaterra e Portugal, encabeçado pelo líder militar francês Napoleão Bonaparte, entre 1807 e 1814, Portugal foi alvo de três invasões francesas, que atingiram fortemente o território nacional.
Da memória desses tempos, ficaram as nossas muralhas, as fortificações construídas e destruídas, os campos das batalhas, as histórias dos lugares e as que ficaram por contar. Demos asas às recriações históricas, às emoções e aos sonhos. Há um “mundo” inteiro para descobrir, um imaginário para explorar e estórias para encantar. Venha daí!


Da passagem dos franceses, permanecem os castelos, as fortificações, as muralhas, os campos de batalha, as casas e os quartéis que abrigaram aliados e inimigos. Hoje encontramos centros de interpretação e museus que retratam os feitos daquele tempo. Todo um património repleto de história, costumes, tradições e identidade que devemos preservar para memória futura. Parta à descoberta deste legado.

Património

Forte do Cego

Aventure-se pela RHLT e percorra o Circuito de Arruda dos Vinhos, composto pelo CILT, pelo Forte do Cego e pelo Forte da Carvalha.

Forte da Carvalha

O Forte da Carvalha está situado no ponto mais alto do concelho de Arruda dos Vinhos. Aventure-se pela RHLT e percorra o Circuito de Arruda dos Vinhos, composto pelo CILT, pelo Forte do Cego e pelo Forte da Carvalha.

Forte do Paço

Localizado no alto de uma escarpa rochosa, o Forte do Paço protegia a estrada de Arruda para Sobral de Monte Agraço em conjunto com o Moinho do Céu e com o Forte da Caneira. Venha descobrir o conjunto defensivo das Linhas de Torres no concelho.

Forte de S. Julião

Também conhecido como Forte de São Julião da Ericeira, integrava o núcleo mais a Sul de toda a 2.ª Linha Defensiva das Linhas de Torres. Parta à descoberta dos territórios da Rota Histórica das Linhas de Torres e descubra este espaço, com uma incrível vista sobre a costa.

Serra do Socorro

O Centro Interpretativo das Linhas de Torres da Serra do Socorro é complementado com a visita a dois fortes, sobranceiros à estrada que liga as Enxaras do Bispo e dos Cavaleiros, recentemente beneficiados para a fruição de quantos os queiram conhecer. Venha daí!

Forte de S. Vicente

Se ainda não conhece o Forte de São Vicente, parta à descoberta de uma das obras militares mais importantes e de maior dimensão de todo o sistema defensivo das Linhas de Torres, construído em 1809.

CILT de Torres Vedras

No CILT de Torres Vedras são proporcionadas experiências pedagógicas que permitem ao visitante, através de novas abordagens sobre a temática, uma maior fruição do património, bem como promover o conhecimento da importância histórica das Linhas de Torres.

Forte da Archeira

O Forte da Archeira foi um dos mais importantes locais estratégicos das Linhas de Torres Vedras. Planeie a sua visita ao território e fique a saber tudo sobre este sistema defensivo.

Durante todo o ano decorrem um conjunto de atividades e eventos associados às invasões francesas. Embarque numa viagem ao passado nos eventos de recriação histórica e faça parte da história. Programe um passeio ao ar livre, a pé, de bicicleta ou a cavalo. Assista às comemorações das batalhas travadas em solo português. Ou saiba mais sobre esta temática nas conferências e seminários que decorrem nos diversos territórios. Apaixone-se pela História de Portugal! Acompanhe estes acontecimentos.

Atividades e Eventos

PR4 - Pela Linha da Defesa

Calcorreando os trilhos usados pelas tropas do general Junot pode perceber a organização defensiva ao longo da Serra das Talhadas, em Proença-a-Nova, abrangida por três fortes e uma bateria. Aventure-se neste percurso e sinta o espírito das invasões francesas.

Viagens pelo Património de Arruda

De março a outubro de 2022 inscreva-se no 2.º ciclo de visitas guiadas «Viagens pelo Património de Arruda» e descubra o património civil, histórico-artístico, militar e imaterial concelhio.

Bonaparte vs. Wellington - Batallha Musical

Não vai querer perder, no dia 20 de outubro, a interpretação de uma seleção de músicas queridas dos dois génios estrategas Bonaparte e Wellington, recriando um autêntico despique musical no Claustro-Sul do Palácio Nacional de Mafra.

ETM2022

No próximo dia 18 de junho, às 14H, o Cineteatro de Porto de Mós será o palco do ETM2022 – Encontro de Turismo Militar, organizado pela ATMPT e pela Câmara Municipal de Porto de Mós, com a parceria da Fundação Batalha de Aljubarrota e da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal. Conta, ainda, com o apoio institucional da Direção-Geral do Património Cultural e do Turismo de Portugal.

GR30 - Grande Rota das Linhas de Torres

Troço de 11,36 km por Arruda dos Vinhos, por caminhos em tempos percorridos a cavalo pelas tropas aliadas, incluindo alguns fortes que integram a 1.ª linha defensiva da capital. Aventure-se à descoberta deste território!

Filme-Concerto «LINHAS»

Projeto de cariz artístico, participativo e comunitário, tanto para a população dos municípios parceiros, como para a AREPO.

Linhas com História

Se não teve oportunidade de assistir recorde a conversa com o Coronel Luís Albuquerque sobre Napoleão Bonaparte – aptidões para o comando, tática e estratégia, bem como a sua visão política da Europa e o impacto que teve na história europeia.

Recriação Histórica do Cerco de Almeida

A vila de Almeida é palco da recriação histórica do “Cerco de Almeida”, que nos transporta para o ano de 1810, no cenário da 3ª Invasão Francesa a Portugal

Como chegar

Tem interesse nesta temática, mas não sabe o que visitar?!
Planeie a sua visita em casa de acordo com os seus gostos e preferências. Crie um itinerário à sua medida e que responda às suas necessidades.
Da “Estrela do Interior” de Almeida, em plena harmonia com a natureza de Proença-a-Nova, passando pelo território raiano de Campo Maior, às experiências da Rota Histórica das Linhas de Torres ou à recriação da Batalha do Vimeiro na Lourinhã, vai encontrar várias sugestões para conhecer o património histórico-militar das invasões francesas.

Onde ficar

Quer aproveitar para conhecer o território, mas não sabe onde ficar… do litoral ao interior temos um conjunto de opções à medida de cada visitante, hotéis, termas e spa, alojamento local, turismo rural e quintas, são algumas das sugestões de alojamento que temos para si. Escolha uma das opções à sua medida nos serviços abaixo.

Onde comer

Nos Itinerários Napoleónicos temos várias sugestões de restaurantes para si, alguns deles com ementas inspiradas no século XIX, que o transportam para aquele tempo. À mesa, complemente com os excelentes vinhos portugueses e os doces típicos de cada região. Descubra as várias opções de restauração nos territórios.

Serviços

PT Praça da República

O Posto de Turismo - Praça da República acolhe os visitantes/turistas, promovendo os diversos recursos e produtos turísticos identitários da região.

Posto de Turismo

Posto de informação turística do Município de Arruda dos Vinhos

O Saloio

Especialidade: Picanha e Bacalhau.

Adega Barros

O Bacalhau com batatas a murro é um dos ex-líbris do restaurante Adega Barros.

O Barril

Especialidade: Bife de Toiro.

Direção Geral do Património Cultural Turismo Centro de Portugal Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa Alentejo Ribatejo ERT Algarve Visit Madeira Património.PT APECATE OPCTJ Rede de Castelos e Muralhas do Mondego